• Pullips
    http://i25.photobucket.com/albums/c98/nanadorough/teste000001_zps3f1d850a.png
    Clique e conheça mais sobre estas encantadoras dolls! Leia Mais...
  • Rainbow Cupcake
    http://i25.photobucket.com/albums/c98/nanadorough/teste000002copy_zps036529c7.png
    Aprenda aqui como fazer a lendária receita de cupcake arco-íris! Leia Mais...
  • Backstreet Boys
    http://i25.photobucket.com/albums/c98/nanadorough/teste000005_zpsb518dd09.png
    Leia neste post como esta incrível banda faz parte da minha vida há mais de uma década e a minha saga para conhecê-los! Leia Mais...
  • Britney em imagens raras
    http://i25.photobucket.com/albums/c98/nanadorough/teste000004_zps8cfbd2dd.png
    Veja aqui imagens raras de Britney Spears em sua trajetória pessoal e profissional. Leia Mais...
  • Salvador
    http://i25.photobucket.com/albums/c98/nanadorough/teste000006_zpscada8fdb.png
    Veja aqui imagens desta terra encantadora e cheia de luz! Leia Mais...

Mostrando postagens com marcador littlest pet shop. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador littlest pet shop. Mostrar todas as postagens

27 janeiro 2013

Notícias do mundo de cá. (Parte 2).

Oi, pessoal!

Tudo bem?!

Tirando o fato de estar chovendo e eu odiar dias chuvosos (acho que os dias e os corações ficam tristes quando o sol não vem), eu estou bem.

Dormi horas e horas à tarde, depois de trabalhar um pouco por aqui mesmo. Nem o futebol não vi de tanto sono.

Continuo querendo uma Pullip nova, mas diz o Dudu que devo esperar a Tokidoki ou a Yeolume chegarem.



Linda a Tokidoki, né?!

Tá que eu não vou pregar esses adesivos de tatuagem nela, e nem acho bonito Pullips de olhos pretos, mas me apaixonei demais pelas roupinhas dela...

Na verdade, não sei nem qual que eu quero. A Groove tá fudendo com a minha vida lançando Pullips tão lindas (e tão salgadinhas).

Há outras duas em minha lista:

A Pere Noel:
Os olhos dela tem glitter. Eu estou tão encantada com isso que até sonhei com ela! kkkk


E a bitch linda Ririko.

Ela é baseada na protagonista de um filme japonês chamado "Helter Skelter" (bem barra pesada, por sinal).

E este vestido, Jesus?!

É Deus, mamãe!

Falando em desejos bonequísticos, mas como ainda não tive meu quarto "momento-caixa-de-aniversário", comprei umas pititicas pra mim!

Gente que fica feliz comprando bonecas! *_*

Digam "oi" para Sebastiana Maria (Blythe Littlest Pet Shop) e para Neide Maria (Lalaloopsy mini):


O cabelinho parecia uma vassoura. Só parece, porque é lindo, macio e brilhante!
Verso da caixa. Eu achei ela com cara de mina do gueto, troquei as roupinhas. Coloquei esta na  Natalina, achei mais ela! Heheheh!
Olha que coisa mais foda o cenário! A embalagem dela vira um cenário pra tirar fotos! Ok que o Photoshop comeu solto, mas, mesmo assim eu amei o cirquinho!
Verso da caixinha. Pode ser cenário também!
Estas fofuritas foram verdadeiras pechinchas! A Sebastiana foi R$29,90 e a Neidinha apenas R$19,90! Comprei duas pelo preço (nem) de uma! Adorei!

Falando em novidades, tão sabendo que o Justin Timberlake vai voltar?


O que eu acho disso? Clique aqui!

Eu amei a volta dele!

(Aí você me pergunta: "Hã? Fã de Backstreet Boys que gosta do Justin Timberlake?")

E eu respondo: Onde que tá escrito que não pode?!

Tecnicamente, eu não gosto do Justin Timberlake. Sério.

O JC sempre foi meu favorito. Além disso, o Justin fudeu com a vida da Britney e eu não o perdôo por isso! (Mimimi...).

Porém, ver a galera dos anos 90/2000 voltando dá uma alegria tão boa...

Não suporto mais ir às lojas e escutar aquela praga da Katy Perry ou aquela enviada do coisa ruim da Lady Praga!

Isso não é POP. 

POP é Britney, Madonna, Beyoncé, Backstreet Boys, Justin (o Timberlake, se bem que o Bieber faz o dever de casa direitinho...).

Michael nem falo nada, porque rei é rei!

Bom, mas voltando ao Justin (Timberlake), eu tô apaixonada pela música dele... 

Não sei se é porque ela me lembra a boa e velha Motown (afinal o Justin adora pagar de negão desde sempre!).

Não sei se é porque toda vez que eu escuto e parece que o Chris, o Drew, a Tonia, a Rochelle, o Julius e a Tasha vão entrar pela porta e sair fazendo dancinha...

Não sei, curto essa vibe musical de negão vintage e o belo trabalho de arranjo dos anos 70 e 80, com a Soul Music e o R&B... 

Tenho a trilha completa do "Todo mundo odeia o Chris" e adoro ouvir de madrugada no celular. Na verdade, minha playlist é deveras exótica. Um dia apresento a vocês.

Mas, vamos ao "lyric video"?



Adorei. Já ouvi umas 485 vezes só hoje! O lyric já ficou assim, imagina o oficial?!

Falando em coisas antigas que voltam, achei esses dias pra trás uma carta que fiz pra mim mesma em 2008... (Sim, eu tenho estes hábitos "Ana Maria Braga" de escrever carta pra abrir no futuro...)

E o mais foda de tudo é que escrevi a carta dia 18/01/2008 e a achei dia 18/01/2013!

OMG!

Eu disse lá que a carta era pra ser aberta quando eu tivesse 30 anos. Foda-se, abri, li e chorei copiosamente umas duas horas!

Encontrei naquela carta uma aluna especial do mestrado (cheia de esperanças de conseguir ingressar como aluna regular), desempregada e que ainda namorava o recém-graduado em Psicologia Dudu.

Lá a Britney ainda tava na pior, o Kevin tava fora dos Backstreet Boys, o RBD ainda existia (sim, eu perguntei pra Naná do futuro se eles estavam bem e se a Britney tinha voltado a brilhar! kkkk).

Nossa, eu não imaginava nem metade das coisas que aconteceram até então.

Boas e ruins...

Aí foi mais uma tarde inteira de choradeira pra escrever mais uma carta-resposta pro futuro. Muitas coisas  que estavam lá não aconteceram, mas senti orgulho de olhar pra trás e saber que a Naná de 2008 era forte, batalhadora, esforçada, estudiosa e cheia de sonhos.

E eu tenho certeza de que a Naná de 2008 se orgulha dos rumos que ela tomou e das escolhas que fez.

Bom, ia estender mais a conversa, mas deixemos para posts sobre a vida, combinado?!

Beijos!

Com carinho,



23 janeiro 2013

Minha alegria de plástico

Olá, pessoal!

Continuando a série de posts bonequeiros, o episódio de hoje é para falar da minha família de plástico. Não é uma coleção qualquer, em que se junta coisas iguais sem razão.

Todos os integrantes tem história e boas memórias associadas, como tudo que gosto de reunir em minha casa e minha vida.

E como este blog é sobre a vida, segundo o meu ponto de vista e essas fofuras de plástico fazem parte dela, nada mais apropriado que apresentar a vocês!

Nesta foto consegui reunir a galera, como sempre quis! (Ainda que no aperto, mas foi!).

Vamos às pessoinhas:

- Sentada: Barbie Ginasta (ganhei em 1996 e foi minha penúltima boneca da infância. A última foi uma "Trancinha da Eliana" - uma boneca que tinha cabelo de lã e que podia ser cortado - mas não curto ela).

- Em pé: Uma linda, totalmente original e em perfeito estado de conservação Barbie Alta Costura de 1990 dada pela minha mãe (guardada a sete chaves por quase 20 anos e que me foi entregue depois que casei - temos inclusive a caixa! o.0), juntamente com o Ken.

Lalaloopsy:

- Grande: Lalaloopsy Tippy Tumbelina, dada pelo meu irmão e que eu batizei de Tumbs!

- Mini: Lalaloopsy Mini Peanut Big Top. Por ela ter um cenário de circo, lembramos de "Circus" e a batizamos de Neide Maria (em homenagem à Britney! kkkkk).

A diferença de tamanho das duas merece destaque!
Moxie Girlz:

- Morena: Moxie Sophina, dada pelo Dudu e batizada por ele de Penny.

- Loira: Moxie Avery, também dada pelo Dudu e que chegamos ao consenso de que seria a Tchutchuca.

Moranguinho:
De 1991, a "Moranguinho Trajes Típicos - Brasil" foi dada pela minha madrinha e até pouco tempo atrás tinha cheirinho! Heheheh! É a nossa Moranguete!

Blythes Loves Littlest Pet Shop:

- Loira: Blythe Loves Littlest Pet Shop Cutest Cubs - Veio no Natal, por isso se chama Natalina Maria.

- Ruiva: Blythe Loves Littlest Pet Shop Outdoor Afternoon - Como veio no dia de São Sebastião, chama-se Sebastiana Maria.




Minha mais nova aquisição, depois falo mais delas!

(E, por fim, mas não menos importante)...

Pullips:

Morena: A filha mais velha, Aurora Maria, uma Pullip Naomi lançada em novembro de 2009 (mais significativo, impossível), tem esse nome porque seu olhar me lembra a aurora polar.

Loira: A segunda filhota, Lourdes Maria - a Lola - uma Pullip Melissa lançada em agosto de 2010, tem esse nome porque é loira e biscatona, me lembra a Madonna, consequentemente a filha dela, Lourdes Maria.

Ruiva: A caçulinha (por enquanto), Dulce Maria - uma Pullip Merl lançada em julho de 2012 e tem esse nome porque é ruiva! (Dã!).

Estava me devendo este ensaio! Acabei fazendo dois: Este mais romântico com os vestidos champagne que elas estavam usando desde o ano novo e um mais bitch!




Depois posto os ensaios individuais. Modestia à parte, ficaram lindos!
Colecionar dolls é mais que terapêutico.

É resgatar o que há de melhor em nós e que, às vezes, está adormecido. Algo obrigatório, já que para lidar com estes "seres" é necessário delicadeza, paciência, criatividade e tranquilidade, muitas vezes perdidas com a louca e conturbada rotina diária.

Ao contrário do que muita gente possa achar, não estamos nos infantilizando ou tomando para nós uma brincadeira exlclusivamente de criança.

Não saímos pela rua puxando pelos cabelos Barbies baratas de 50 reais, nem tampouco lambuzamos de batom ou giz de cera a cara das "Meu Bebê". Não ganhamos uma no Natal e destruímos em 15 dias, nem enjoamos delas semanas depois.

Crianças fazem isso.

Colecionadores de bonecas não.


Gostamos de coleções, admiramos belas roupas, a riqueza de detalhes das bonecas e de seus acessórios e cuidamos muito bem delas. Gostamos de fotografá-las. Não tocamos em seus rostos (para evitar manchas) e evitamos ao máximo o contato delas com pessoas que não saibam manuseá-las.

Não enjoamos, nem descartamos nossas bonecas.

E elas também não custam 50 reais.

E, quando custam, não são nada atraentes para crianças...

Assim como há pessoas adultas que tem dezenas de miniaturas de carros e motos, réplicas ricas em detalhes (e não saem por aí batendo suas miniaturas nas paredes ou as jogando do alto do sofá), os "bonequeiros" vêem as bonecas como peças a serem admiradas e cuidadas. Simples assim.

Temos família, profissão, (muitos de nós têm filhos) e nosso hobby não atrapalha nada disso, nem tampouco nos faz mais ou menos adultos.

Se está gostando de saber mais da vida bonequeira e quer começar ou se você aí já é bonequeiro, entre em contato (clicando aqui) que terei a maior satisfação em falar com você!

Bom, por hoje é só!

Com carinho,



Real Time Web Analytics